Aromaterapia funciona mesmo ?

A Aromaterapia começou a se tornar mais conhecida após a segunda guerra mundial quando o médico francês Jean Valnet, após usar óleos essenciais em soldados feridos e ver seus resultados, resolveu aprofundar mais os estudos do perfumista Gattefossé e assim aprimorar os conhecimentos sobre a cura através dos óleos essenciais.

Óleos essenciais são usados a milhares de anos como tratamento para melhorar a saúde e o bem estar. A propriedade extraída da planta e condensada em forma de óleo essencial, pode afetar o físico, o emocional e o ambiente onde foi aplicado.

O que são óleos essenciais? São essências de origem vegetal muito concentradas, usados na aromaterapia e que tem uma longa história na medicina natural. Eles possuem propriedades terapêuticas das plantas e restabelecem o equilíbrio da mente, corpo e do espírito.

Como agem os óleos essenciais? Um exemplo simples que podemos usar aqui é o de adesivo de nicotina. Uma vez em contato com a pele, ele irá gradativamente liberando a nicotina no organismo da pessoa que deseja parar com o hábito de fumar. Dessa mesma forma os óleos essenciais em contato com a pele liberam para o organismo as propriedades de cura da planta. E gradativamente vai promovendo a cura seja no âmbito físico (corpo), mental ou no espírito (exemplo: equilíbrio dos chakras ) 

Inúmeros são os relatos de quem faz uso dos óleos essenciais no seu dia a dia e obtém bons resultados. Procure ler mais sobre o assunto e conheça o poder da natureza em sua vida. 

Leave a Comment

Advertência
O Botânico é resultado de pesquisas realizadas em diversos livros especializados e artigos científicos. Para mais informações veja nossas referências bibliográficas. Não nos responsabilizamos pelo mau uso das informações aqui contidas e não podemos dar garantias formais das atividades aqui propostas. Além disso, essas informações não substituem a consulta médica. Sendo esta imprescindível para o diagnóstico correto e acompanhamento do paciente. ATENÇÃO: Nunca use óleos essenciais diretamente na pele, sempre dilua e respeite as taxas de diluição. Consulte um aromaterapeuta para uma prescrição adequada a cada caso apresentado, visto que critérios individuais podem influenciar no tratamento com óleos essenciais.