O melhor óleo essencial para os sintomas da menopausa

Conhecido pelos múltiplos benefícios a saúde mulher, o óleo essencial de gerânio é uma opção mais em conta do que o óleo essencial de rosa. E é sobre ele que iremos falar aqui.

óleo essencial de gerânio é revigorante, apreciado por adultos e crianças, tem efeito regulador, refrescante e revitalizante na pele, sobretudo quando irritada pelo clima. Também é um diurético leve que auxilia a desintoxicação, além de aliviar infecções do sistema urinário.

Quais os benefícios ?

Ajuda a desintoxicação – O óleo de gerânio possui suave ação diurética e contribui para reduzir o inchaço.

Equilibra as emoções – calmante e revigorante, é um antidepressivo natural. Pode amenizar a inquietação e tratar ansiedade em crianças e adultos

Tem efeito analgésico – alivia a dor da nevralgia e os desconfortos relacionados a herpes-zoster

Tonifica o couro cabeludo – auxilia a regular secreção do sebo, o que o torna um bom tratamento para a caspa.

Tonifica a pele – é adequado para todos os tipos de pele. Com propriedades antissépticas e anti-inflamatórias, ajuda a controlar a acne e refresca a pele seca e inflamada. A ação revitalizante melhora a aparência de rugas, cicatrizes e manchas.

Colabora para a saúde da mulher – Abranda sintomas da menopausa, como ondas de calor e secura vaginal, e dores causadas por infecção urinária.

Agora no aspecto emocional, o óleo de gerânio ajuda a transformar magoas em comunicação construtiva. Ele neutraliza a ansiedade, o abandono, mágoas, frustação, raiva, insegurança, perda e isolamento. O óleo essencial de gerânio trás a sensação de amparo, harmonia, animação, segurança, autoconfiança, centramento e sensualidade.

Leave a Comment

Advertência
O Botânico é resultado de pesquisas realizadas em diversos livros especializados e artigos científicos. Para mais informações veja nossas referências bibliográficas. Não nos responsabilizamos pelo mau uso das informações aqui contidas e não podemos dar garantias formais das atividades aqui propostas. Além disso, essas informações não substituem a consulta médica. Sendo esta imprescindível para o diagnóstico correto e acompanhamento do paciente. ATENÇÃO: Nunca use óleos essenciais diretamente na pele, sempre dilua e respeite as taxas de diluição. Consulte um aromaterapeuta para uma prescrição adequada a cada caso apresentado, visto que critérios individuais podem influenciar no tratamento com óleos essenciais.