Para que serve o óleo essencial de lavanda?

A lavanda (lavanda angustifolia ou officinalis) é originária da região do mediterrâneo e largamente cultivada no Sul da Europa, em principio na França, Itália e Inglaterra. Muito usado em banhos é o mais versátil dos óleos. Ela é citofilática ( faz as células se reproduzirem rapidamente).

É empregado pela medicina popular como um sedativo suave, como supressor da tosse, em distúrbios gástricos e dores reumáticas e articulares. Durante a segunda guerra mundial, era aplicado como antisséptico para feridas. A lavanda possui qualidades benéficas quando aplicada sobre queimadura.

Segue um resumo de suas aplicabilidades:
Físico: insônia, dor de cabeça, enxaqueca, antisséptico, antiinflamatório, queimaduras, cicatrizante, disfunções hepáticas, inflamação na garganta, desintoxicante, reduz a pressão alta.
Pele/Cabelos: regeneração celular, bom para todos os tipos de pele, dermatite, psoríase, furúnculos, queimaduras
Emocional: equilíbrio emocional, amparo, paciência, calma, suavidade, fortalecedor do sistema nervoso, flexibilidade
Neutraliza no campo emocional: ansiedade, irritabilidade, impaciencia, agressividade, stress.

É um dos poucos óleos que pode ser aplicado diretamente na pele, especialmente em queimaduras. Nas dores de cabeça pode ser aplicado diretamente sobre a têmpora 1 gota de óleo essencial de lavanda.

Dica: para enxaqueca misture 9 gotas de lavanda com 1 gota de hortelã e faça com compressa de agua fria.

Importante: o uso abusivo de óleo essenciais pode causar reações adversas como irritabilidade, tontura, náuseas, alergias e outros sintomas. Sempre faça uma pausa de 10 dias pelo menos uma vez ao ano. Para que o sangue possa se renovar.
Nunca use mais de 3 óleos essenciais simultaneamente. Trate um problema de cada vez. E descontinue de forma progressiva o óleo essencial quando começar a sentir a melhora da doença. Em caso de reações adversas, suspenda o uso imediatamente.

Dayana

Dayana

Aromaterapeuta e Terapeuta de Florais

Leave a Comment

Advertência
O Botânico é resultado de pesquisas realizadas em diversos livros especializados e artigos científicos. Para mais informações veja nossas referências bibliográficas. Não nos responsabilizamos pelo mau uso das informações aqui contidas e não podemos dar garantias formais das atividades aqui propostas. Além disso, essas informações não substituem a consulta médica. Sendo esta imprescindível para o diagnóstico correto e acompanhamento do paciente. ATENÇÃO: Nunca use óleos essenciais diretamente na pele, sempre dilua e respeite as taxas de diluição. Consulte um aromaterapeuta para uma prescrição adequada a cada caso apresentado, visto que critérios individuais podem influenciar no tratamento com óleos essenciais.