Receita com óleo essencial para estrias

A pele é uma barreira protetora contra o ambiente externo. As vezes ela pode ficar irritada, obstruída, ser afetada por alterações hormonais ou danificada pelo clima. Óleos essenciais tonificam, equilibram e tratam diversos problemas, além de nutrir e hidratar.

São provocadas por ganho de peso excessivo e rápido, que estica a pele e rompe as fibras nas camadas mais profundas, como ocorre na gravidez. A massagem tonifica a pele e elimina alguns efeitos e gravidade da estria, porém elas são permanentes.

A receita aqui é para uma massagem tonificante. Uma aplicação com óleos nutritivos que estimula a renovação celular e melhora o tônus da pele, deixando-a mais macia.

Rende 30ml

Ingredientes:
1 colher de sopa de óleo de amêndoas doce
1 colher de chá de óleo de gérmen de trigo
1 colher de chá de óleo de semente de damasco
1 colher de chá de óleo de abacate
7 gotas de óleo essencial de olibano
5 gotas de óleo essencial de mandarina
3 gotas de óleo essencial de néroli

Como fazer:

1 – Misture todos os ingredientes em uma tigela, transfira para um frasco de vidro escuro esterilizado e feche com tampa de rosca ou conta gotas.
2- Massageie suavemente na área afetada. Espere a pele absorver antes de se vestir. Guarde o frasco em local fresco e escuro. Dura até 3 meses.

Importante: o uso abusivo de óleo essenciais pode causar reações adversas como irritabilidade, tontura, náuseas, alergias e outros sintomas. Sempre faça uma pausa de 10 dias pelo menos uma vez ao ano para que o sangue possa se renovar.

Nunca use mais de 3 óleos essenciais simultaneamente. Trata um problema de cada vez. E descontinue de  forma progressiva o óleo essencial quando começar a sentir a melhora da doença. Em caso de reações adversas, suspenda o uso imediatamente.

Leave a Comment

Advertência
O Botânico é resultado de pesquisas realizadas em diversos livros especializados e artigos científicos. Para mais informações veja nossas referências bibliográficas. Não nos responsabilizamos pelo mau uso das informações aqui contidas e não podemos dar garantias formais das atividades aqui propostas. Além disso, essas informações não substituem a consulta médica. Sendo esta imprescindível para o diagnóstico correto e acompanhamento do paciente. ATENÇÃO: Nunca use óleos essenciais diretamente na pele, sempre dilua e respeite as taxas de diluição. Consulte um aromaterapeuta para uma prescrição adequada a cada caso apresentado, visto que critérios individuais podem influenciar no tratamento com óleos essenciais.